18 janeiro 2007

Porta de Entrada do Pombalinho!



 
Ezequiel Mateiro, Francisco Cruz e José Leal, iniciando passeio de bicicleta em Junho de 1954.









António Braz, José Martinho, Manuel Gomes, Américo Ferreira e António Carlos, num passeio domingueiro junto à saudosa Ponte de Fernão Leite no ano de 1972.


No Pombalinhense defendi em tempos, mais precisamente em 4 de Janeiro de 2006, que a minha “porta de entrada” favorita no Pombalinho era a do lado Poente. De facto, é ela que nos permite uma aproximação progressiva à identidade do meio urbano em que queremos entrar e dá-nos tempo para podermos apreciar a beleza dos campos transformados em searas, tão bem característicos desta zona do Ribatejo.

E depois há (havia) a Alverca da ponte de Fernão Leite, esse retrato postal que completa o quadro paisagístico referido com uma beleza inapagável das nossas memórias. Mas porque é que nos sentimos intemporalmente contagiados ao apelo desta zona adjacente do Pombalinho? Sem querer encontrar uma qualquer explicação de caracter emocional, reservo-me à publicação e ao testemunho destes dois exemplos fotográficos (muitos mais haverá, estou certo) bem elucidativos de que é por ali que o Pombalinho está verdadeiramente caracterizado ..., e por ser assim, ouso uma vez mais apelar às actuais autoridades locais, para que desenvolvam e implementem os necessários melhoramentos urbanísticos de caracter turístico, para que a imagem primeira da nossa terra, a qualquer visitante, reflita uma mensagem de simpatia e acolhimento como as nossas gentes merecem.


Colaboração Fotográfica_Teresa Cruz




Sem comentários: