15 junho 2007

Récita no Pombalinho


Continuando neste caminho de procura e encontro com a história da nossa terra, chegou-me esta preciosidade de que vos dou hoje a oportunidade de apreciarem e quem sabe, se recuarem uns anos no tempo, poderem encontrar caras bem familiares do nosso Pombalinho. No verso desta fotografia está manuscrito o seguinte texto: "Récita nas Escolas em 1943".

Deixo-vos com o tempo e se reconhecerem alguém neste interessante grupo escolar, ajudem-me a completar este pedaço da história do Pombalinho.

Respondendo ao meu apelo aquando da publicação deste post, chegou-me hoje (05 de Setembro de 2007) por via mail, um valioso contributo do nosso Amigo João Condeço sobre a identificação dos intervenientes desta Récita Escolar de 1943. É uma manifestação de enorme simpatia do nosso conterrâneo em resposta àquilo que vamos fazendo neste espaço pelo Pombalinho, na publicação de alguns testemunhos históricos daqueles que fizeram e fazem a vida social da nossa terra. De realçar igualmente neste contributo, a importante prestação da Maria Cota ( sogra do João Condeço) no reconhecimento desta criançada de há mais de sessenta anos.

Na fila de trás e da esquerda para a direita : Manuel Feijão, Manuel Cacifo, Luis Júlio, João Bacalhau, Isidoro Narciso, Joaquim Ferreira, desconhecido, José Leal, Carlos Cordoeiro, Francisco Sacola, Joaquim Silva (Coradinho) e Arsénio Teixeira.

Na fila da frente e da esquerda para a direita: Júlia da Luz, Conceição, Anita Leal, Laurinda, Conceição, Carolina Gaião, Maria Adelaide Leal, Otelinda Oliveira, Vitória, Felismina, Dalila, Maria Alice Dias, Maria Helena Correia Minderico, Maria Grais Rodrigues Cota e Maria Luisa Grais.


Nota - Para visulizar prospecto alusivo a este evento, realizado no Pombalinho, clicar  AQUI

 
Colaboração Fototográfica_José Leal
Colaboração Texto_ João Condeço


10 comentários:

António Melenas disse...

Meu caro Amigo,
Obrigado pela visita e pela apreciação que faz do blogue cá do velhote.
Mas se o meu é um sítio de serenidade contemplação, OS SEUS, são lugares de labor de frenesim , de investigação ( sempre de pontos de vista que eu aprecio) . Como é que consegue energia para tanta actividade Tem ar de ser professor. Estarei errado?
Já agora se tiver pachorra, e lhe apetecer, dê uma espreitadala a um siteque acabo de construir, onde os textos do mesmo blogue estão todos arrumadinhos e com mais fácil localização e leitura:

http://guardadonaarca.no.sapo.pt
Um abraço

MGomes disse...

Caro Amigo António Melenas
Agradeço-lhe de igual modo a visita que se dignou fazer a este espaço. Quanto à energia e onde a vou buscar...,bem nem eu sei, mas penso que está sobretudo na vontade com que se abraça qualquer projecto de que muito gostamos.
Pois, nem sempre o que parece é. Não sou professor, mas gosto imenso deste jogo fantástico das palavras e agora deu-me veja lá(com ajudas fantásticas de alguns meus conterrâneos) escrever histórias da História da minha terra. Será da idade?
Um Abraço

Dario Silva disse...

Olá a todos!

Eu procuro saber se a Tânia Martinho, colaboradora deste blog, não foi a minha colega de curso em Braga... e cujo pai é ferroviário no Entroncamento.
Tânia, dá notícias!

Dario
www.ocomboio.net
www.geofotografia.pt

MGomes disse...

Caro Dário Silva
O que poderei dizer-lhe é que a Tânia a que se refere poderá corresponder à sua antiga colega de curso.No entanto como bem compreende, só a ela diz respeito mais qualquer informação sobre a questão que suscita no seu comentário.
Um Abraço

Bichodeconta disse...

QUE MARAVILHA ESTE CANTINHO.. pROMETO VOLTAR .. deixo um abraço e o desejo de boa semana

Paulo Sempre disse...

Muito interessante.
Abraço
Paulo

João disse...

Caro conterrâneo Manuel Gomes venho em seu auxilio para desvendar quase todas as pessoas que figuram nesta foto , pois a minha sogra Maria Cota é uma delas e que me já disse quem todas eram por isso aguarde porque vaiter noticias minhas em breve....
Um abraço João Condeço

MGomes disse...

Caro João
Agradeço-lhe imenso a ajuda que pretende dar a este nosso espaço sobre a identificação das pessoas que integram esta histórica fotografia do Pombalinho. Cá ficarei então na expectativa!!!
Um Abraço

Anónimo disse...

O meu pai também aqui está, com menos uns anitos, mas está, era pequenino, mas todos crescemos e é bom recordar. É BOM, muito BOM, recordar, e ter alguém que se preze em fazer recordar. Continue. Força. Mª. Luísa Sacola Cordeiro.

MGomes disse...

Olá, Mª Luísa Sacola Cordeiro!

Agradeço-lhe a visita assim como as palavras de encorajamento no prosseguimento deste projecto!
Iremos concerteza, em frente!!!

Abraço
Manuel Gomes