09 abril 2009

Bateiras em 1950 e 1954!


Agora que a Páscoa se aproxima, há uma tradição que teima em não desaparecer, apesar de toda a força que a modernidade dos tempos sempre acaba por imprimir a este tipo de festejo popular! ! Refiro-me claro está, às bateiras, às nossas bateiras! Porque na verdade, em mais nenhuma região do país a segunda feira de Páscoa passada no campo à volta de um divertido piquenique, assim é conhecida e denominada!


Não se sabe ao certo a partir de que ano se iniciaram estes festejos na nossa terra ! Existem no entanto alguns registos fotográficos e muitas histórias à sua volta! É aos primeiros que novamente recorremos para recordar dois grupos de jovens que se juntaram algures nos campos do Pombalinho e cumpriram a tradição nos anos de 1950 e 1954!






10 de Abril de 1950 - Joaquim Duarte, Manuel Bernardino, António Rufino, António Domingos, António Carréis, Carlos Cavaco e Alberto Gomes.








19 de Abril de 1954 - Na cadeira de rodas, João Barbeiro (João Anacleto), ladeado à sua direita por um individuo de Vale Figueira conhecido por "pescador" e à sua esquerda pelo Rui Valadares. Atrás da panela, Manuel Silva Rodrigues, tendo à sua esquerda, Manuel Feijão e à sua direita outro individuo de Vale Figueira, chamado António Lezeire. O míudo, é o Rui Mota, filho do João Barbeiro.



Nota – Para Blog temático clicar em   Bateiras





Colaboração fotográfica de Antonio Domingos e Manuel Rodrigues

Pesquisa de Bruno Cruz





3 comentários:

Luis Eme disse...

foto extraordinária!

PB disse...

Fiquei emocionado com esta foto, pois encontrei aqui o meu pai, Manuel Bernardino.

Esta aqui um trabalho extraordinário.

MGomes disse...

Caro PB!

Muito Obrigado pela sua visita e igualmente pela apreciação que faz do "Pombalinho".

Abraço!