04 maio 2007

Casamentos III

O tempo preenche as nossas memórias a um ritmo incessantemente imparável. Sempre na sua evolução, hábitos se alteraram, comportamentos se modificaram e até formas de apresentação em sociedade se modernizaram. No entanto, há uns quantos eventos sociais em que os princípios vão teimosamente perdurando no tempo inalteráveis, independentemente das evoluções naturais que sempre as transições geracionais produzem socialmente. É o caso dos casamentos, são acontecimentos em que noivos e convidados sempre fazem gala em se apresentarem com o que de melhor têm no seu guarda-roupa para estas ocasiões solenes. E nesse já longínquo ano de 1953 a regra se cumpria, podendo-se ver nestas fotos relativas ao casamento de Alberto Gomes, como os nossos conterrâneos se aperaltaram com todo o indispensável rigor cerimonioso.

Ezequiel Mateiro, Francisco Cruz e José Leal, frente à Igreja Matriz do Pombalinho


Francisco Cruz, Ezequiel Mateiro, José Leal, António Domingos, José Alexandre, António Duarte, Joaquim Minderico

Ernesto Hilário, José Leal, Francisco Cruz, posando para a intemporalidade

Colaboração Fotográfica_José Leal

Sem comentários: