10 janeiro 2009

Memórias Paroquiais de 1758

Cura 1


"Este lugar de Pombal está na província da Estremadura, pertence ao Patriarcado de Lisboa, há termo de Santarém e também comarca de freguesia por si, que no ano de mil seiscentos e seis, se desanexou da freguesia de Nossa Senhora da Conceição do Almonda do lugar de Azinhaga, por provisão do ilustríssimo Miguel de Castro Arcebispo de Lisboa, paleada a treze de Julho do dito ano, ficando com total independência da Matriz e de Reverendo pároco desta."


Este documento datado de 5 de Abril de 1758 e da autoria do Cura António Lopes, é de um enorme significado para a compreensão histórica do Pombalinho. Está on-line na Torre do Tombo e foi graças ao Bruno Cruz (e já agora permitam-me aqui manifestar em forma de agradecimento, a contribuição inexcedível que o Bruno tem dedicado a este nosso espaço em àreas tão importantes para este trabalho, como é a pesquisa documental sobre a vida colectiva da nossa terra), que nos foi possível concretizar a sua publicação no “Pombalinho”. A importância talvez maior deste documento, centraliza-se eventualmente na data em que o Pombalinho se desanexou daquela que viria mais tarde a chamar-se Azinhaga, mas outras matérias de igual relevância serão objecto, estou certo, da mesma atenção nestas valiosíssimas memórias paroquiais.

Cura 2

Para ampliação clique aqui

Cura 3
Para ampiação clique aqui

Cura 4
Para ampliação clique aqui
Cura 5
Para ampliação clique aqui


Para documento original em PDF clique aqui e devidamente decifrado aqui



Colaboração de Bruno Cruz 



Sem comentários: