05 janeiro 2011

Pombalinho foi à RTP!


A ida do Pombalinho à Rádio Televisão Portuguesa,  motivou naturais e compreensivas expectativas! Um   número considerável  de pessoas viam esta participação  no  programa "Portugal no Coração", como uma oportunidade  ímpar de se poder falar da sua terra  perante  um tão vasto auditório nacional e internacional.

O programa  abriu com uma breve reportagem  realizada  no centro do Pombalinho onde  José Tinoca, acompanhado do reporter da RTP,  mostrou alguns dos lugares mais importantes da freguesia. Depois em  directo e a partir dos estúdios do primeiro canal da estação pública de televisão,  o programa continuou em cumprimento do seu  alinhamento habitual. A estruturação do programa baseou-se  à volta de perguntas feitas a  três convidados principais,  Georgina Júlio,  coronel Costa Braz e o presidente da Junta de Freguesia, Luis Filipe Júlio, com intervenções musicais de permeio,  demonstrações de culinária  e  ainda  reportagens de exterior noutras localidades do país. Mas o tema principal,  do "Portugal no Coração" de  4 de Janeiro de 2011,  foi  realmente o  Pombalinho!

Assistimos com natural interesse ao desenrolar do  programa  e como é obvio gostamos mais de umas coisas e menos de outras! É claro que a concepção do programa é de um  "talk-show" alegre e informal, só que  em  determinados momentos achamos que se justificava da produção/apresentadores uma recusa ao aligeiramento em questões que pouco têm de superficial. Sabe-se, que de um futuro que se pretende risonho, necessáriamente terá que ser  alicerçado nos tempos presentes e  principalmente num passado que nunca deve  ser esquecido!  Se a produção do programa, Portugal no Coração,  pretendia falar do Pombalinho, da sua história e das suas gentes, deveria ter-se munido de informação suficiente sobre o  cidadão Manuel da Costa Braz! Com efeito, este ilustre militar de Abril não foi apenas ministro da Administração Interna, como ligeiramente chegou a ser referenciado por Tânia Ribas de Oliveira! Foi muito mais do que isso! Prestou ao país, serviços da mais alta responsabilidade no período imediatamente antes do 25 de Abril e depois deste! À  RTP bastava que consultasse os seus arquivos! À produção do programa,  que se tivesse dado ao cuidado de pesquisar na internet algumas publicações que existem para o efeito! Costa Braz  merecia, a exemplo do que aconteceu com os outros dois convidados principais, uma referência alusiva  aos anos, porventura, mais importantes da sua vida!

Um outro aspecto que me pareceu passível de reparo, foi a omissão no que diz respeito à  história do Pombalinho! Esta terra, como muito bem referenciou Luís Filipe em resposta a uma pergunta de João Baião,  tem mais de quatrocentos anos de história! Merecia por isso uma continuação na abordagem ao seu passado e consequentemente a  algumas pessoas que em muito contribuiram para o seu desenvolvimento social! Perdeu-se, nesta excepcional janela de oportunidades, a possibilidade de se ter dado a  conhecer, por exemplo, António de Araújo Vasques da Cunha Portocarrero, barão de Pombalinho, e a sua luta contra as tropas invasoras de Junot!  Admito  perfeitamente, que  no  figurino deste programa   não fosse possível  uma  informação histórica  tão aprofundada! Momentos de alegria e boa disposição são necessáriamente importantes, mas  o Pombalinho e a sua  história  mereciam  um  pouco mais!


3 comentários:

Guilherme Afonso disse...

Caro Manuel Gomes, está tudo dito com muita clareza e com muita precisão.
Deixe-me so assinar por baixo.

Guilherme Afonso

Júlia Grais disse...

Estou de acordo tanto com o Manuel Gomes como o Guilherme Afonso a história do Pombalinho é muito mais rica da que foi transmitida no Portugal no Coração mas este programa é um daqueles que é basicamente feito para entreter uma camada de população idosa e muitas vezes com poucos conhecimentos da história de Portugal e de assuntos mais profundos. Vejam como reagiram alguns Pombalinhenses aos cantares e ás danças com alegria e boa disposição esquecendo por alguns minutos o seu dia a dia de lutas: doenças, solidão, trabalho etc... penso que é um pouco a finalidade destes programas assim ninguém pensa na crise económica, nos problemas de saúde, na falta de médicos etc...Talvés com todos estes reparos a RTP VENHA MAIS TARDE nos seus programas digamos menos populares a fazer um outro programa com a hitória do Pombalinho e aí sim os seus jornalistas saibam quem é COSTA BRÁS E TENHAM A LIÇÃO MAIS BEM ESTUDADA. Manuel desculpa este longo comentário e mais uma vez parabens á gentes do POMBALINHO.

Julia Grais

MGomes disse...

Olá Júlia, boa tarde!

Os comentários nunca são longos em circunstâncias algumas, quando escritos como este que simpáticamente aqui deixaste!

Não posso deixar de estar de acordo contigo sobre a análise que fazes ao programa Portugal no Coração! De facto não há volta a dar ao alinhamento que disciplinadamente os convidados são "obrigados" a seguir! No fundo foi isso que eu quis exprimir no texto que publiquei na postagem "Pombalinho foi à RPT!" neste mesmo blog!

Mas mesmo cumprindo "à risca" a concepção do programa, reafirmo que havia sempre lugar e tempo suficientes para que a produção e os seus respectivos apresentadores não se tivessem esquecido de apresentar ao mundo quem é o coronel Manuel da Costa Braz! E já agora, eu, trocaria sem quaisquer reservas, cinco minutos de larachas que preencheram parte importante do programa por referências históricas ao Pombalinho!!!

Afinal de contas, quantos portugueses sabem onde foi o berço da família Braamcammp Freire!


Boa noite, Júlia e mais uma vez muito obrigado pela teu comentário.
Muita saúde para ti!

um Bjo